E-mail marketing funciona

É muito comum que as pessoas se perguntem se realmente vale a pena investir em comunicação com e-mail marketing. Segundo uma pesquisa da McKinsey & Company, colaboradores passam, em média, 13 horas por semana checando seus e-mails corporativos e 92% dos adultos presentes na rede utilizam o correio eletrônico, sendo que 61% deles verificam sua caixa de entrada diariamente.

Estes dados trazem uma perspectiva otimista para quem está em dúvida sobre optar ou não por este canal de comunicação em seu planejamento de marketing. Muitos acreditavam que o e-mail marketing estava com os dias contados devido ao grande avanço das redes sociais, mas esta ferramenta se manteve presente na vida dos usuários.

Diferentemente do feed das redes, em que a sua atenção é disputada por inúmeras informações, fotos, textos e vídeos, a caixa de entrada do e-mail é olhada com mais cuidado e atenção.

Muitos usuários se inscrevem em newsletters e comunicados das empresas, logo, certamente este público se importa com o que a sua marca tem a dizer. Por isso, é necessário produzir um conteúdo relevante para estes usuários.

Funções do e-mail marketing

Existem diversos tipos de comunicações por e-mail que a sua empresa pode implementar no planejamento de ações: newsletter, e-mail promocional, congratulações em datas comemorativas, entre outras. Aliás, muitas organizações investem em automação de e-mail para garantir que os leads ou clientes recebam mensagens personalizadas de acordo com cada etapa da jornada de compra.

Geralmente a automação é utilizada para nutrição de leads, ou seja, envio de conteúdos relacionados com o produto ou serviço pesquisado. Esta sequência de e-mails tem como objetivo fazer com que o lead converta e realize a ação desejada (comprar um produto ou serviço, por exemplo).

Como começar?

O primeiro passo é definir seu público para depois planejar temas, periodicidade de disparos, linguagem do texto e o layout. Depois é importante estabelecer metas para as campanhas de e-mail: a empresa precisa vender 20 assinaturas no mês? Aumentar em 30% o tráfego no site? Conseguir 100 downloads de um material?

Além disso, é importante trabalhar com uma base própria de contatos. Utilizar listas de e-mail de terceiros, além de ferir as regras da LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), pode fazer com que seu domínio caia em blacklist. A “lista negra” dos e-mails é um conceito que consiste em um bloqueio dos servidores, que consideram a sua mensagem alguma forma de “spam”.

Ao enviar seu e-mail marketing para muitas pessoas que não têm interesse, o seu domínio pode ser reconhecido como invasivo e a sua campanha terá um desempenho ruim, com taxas de entrega muito baixas.

Boas práticas de envio

Para garantir uma boa taxa de abertura, é necessário entregar um conteúdo relevante para o seu público. Além disso, é interessante personalizar os e-mails, ou seja, segmente a sua base de contatos e envie um material de interesse para cada grupo.

Outro fator fundamental é o design e quantidade de texto do e-mail. Faça uma comunicação direta, que seja fácil de ler, com poucos elementos e que não utilize imagens muito pesadas. E não se esqueça de caprichar no CTA (call to action) para conseguir que a maior quantidade de usuários clique no link.

Pense em um assunto de e-mail que seja curto e chamativo! O ideal é que ele tenha entre 20 e 40 caracteres, para que usuários que estejam acessando pelo celular consigam compreender toda a mensagem sem prejuízo.

E não se esqueça de colocar um link para o descadastro. Este item deve ser obrigatório, tanto para obedecer às regras da LGPD quanto para melhorar a entregabilidade dos e-mails.

Mãos à obra: como fazer seu e-mail marketing

Estude seu público, construa um calendário editorial relevante que considere as datas sazonais do seu segmento e planeje a frequência dos disparos. É importante criar uma identidade visual padrão em todos os e-mails, para que seus leads se familiarizem com o design.

Sempre faça testes para validar se a sua estratégia está funcionando. Utilize o recurso de teste A/B nos assuntos do e-mail, experimente diferentes formas de utilizar o CTA e estude todos os insights da campanha.

Caso você tenha dúvidas e precise de ajuda para montar uma estratégia de e-mail marketing que de fato funcione, entre em contato conosco! A ComTexto tem um time especializado em marketing digital que pode ajudá-lo a melhorar os resultados da sua marca.